Segunda, 29 de Novembro de 2021 23:36
(64) 99229-6034
Política economia

Goiás tem 25.924 novos negócios só este ano

Goiás supera o acumulado de 60 anos de consolidação de novos CNPJs. De janeiro a setembro, quantidade é 36% maior do que somatório de 1941 a 2003. Incluindo MEIs, Estado tem mais de 900 mil empreendimentos ativos. “Goiás respeita a iniciativa privada e cumpre a responsabilidade de proporcionar segurança jurídica a todos que aqui investem”, destaca governador Ronaldo Caiado

19/10/2021 07h59
117
Por: Cristiano Souza Fonte: Portal Goiás
As informações da Juceg revelam que a consolidação de empresas dos três primeiros trimestres deste ano é 36% superior à soma de CNPJs abertos em Goiás desde início da série histórica, em 1941, até 2003 (Foto: divulgação)
As informações da Juceg revelam que a consolidação de empresas dos três primeiros trimestres deste ano é 36% superior à soma de CNPJs abertos em Goiás desde início da série histórica, em 1941, até 2003 (Foto: divulgação)

A abertura de empresas em Goiás em 2021 já supera o montante de CNPJs abertos no acumulado de 1941 a 2003. Ao todo foram consolidados 19.003 no período das seis décadas, enquanto apenas este ano, de janeiro a setembro, 25.924 novas empresas foram abertas.

As informações da Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) revelam que a consolidação de empresas dos três primeiros trimestres deste ano é 36% superior à soma de CNPJs abertos no Estado desde do início da série histórica, em 1941, até 2003. “Goiás respeita a iniciativa privada e cumpre a responsabilidade de proporcionar segurança jurídica a todos que aqui investem”, comenta o governador Ronaldo Caiado.

De acordo com o presidente da Juceg, Euclides Barbo Siqueira, os dados "demonstram que o nosso Estado, sob a gestão do governador Ronaldo Caiado, conseguiu se planejar frente ao cenário pandêmico e não somente retomar a economia, mas apresentar saldos positivos".

Com isso, as empresas ativas no Estado já somam 913.801, incluindo os microempreededores individuais, os chamados MEIs. Os municípios que mais atraíram investimentos foram Goiânia, com 283 mil empresas, Aparecida de Goiânia (64 mil), Anápolis (52 mil) e Rio Verde (27 mil).

Titular da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), José Vitti disse que os números da Juceg de 2021 são o sinal claro e evidente de que a gestão do governador Ronaldo Caiado está no caminho certo, gerando empregos e renda, resultado da confiança que os empreendedores têm no governo e dos investimentos no Estado.

Recorde em setembro

Apenas em setembro 2.656 empresas foram criadas, sendo o recorde de consolidação de CNPJs para o mês, superando o número histórico de setembro de 2020, quando 2.609 empresas foram abertas no Estado.

As atividades mais expressivas das constituições do mês são de serviços combinados de escritório e apoio administrativo (254); construção de edifícios (180); comércio varejista de bebidas (164); e comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios (163).

O perfil das novas empresas evidencia aquecimento de setores mais afetados pela pandemia, a construção civil e o comércio, que ficaram por longos períodos paralisados como forma de conter novos casos de Covid-19. O crescimento dos serviços combinados de escritório e apoio administrativo também mostra a nova tendência de mercado, com ascensão de serviços remotos.

Já o perfil das 25.924 constituídas no acumulado de 2021 tem crescente liderança feminina. 10.207 empresas registradas no Estado entre janeiro e setembro têm mulheres no quadro societário; outras 881 têm capital social acima de 500 mil.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.