Terça, 21 de Maio de 2024 20:53
(64) 99229-6034
Anúncio
Notícias Economia

Goiás tem menor taxa de desocupação de longo prazo do país

Quando comparada a igual período do ano passado, a produção goiana teve alta de 4,7% na série

25/03/2024 10h09
Por: Cristiano Souza
Goiás tem menor taxa de desocupação de longo prazo do país

Goiás é o estado com menor taxa de desocupação profissional de longo prazo do Brasil, com apenas 5,6%. O dado, que já havia sido antecipado pelo Instituo Mauro Borges, consta no Ranking de Competitividade dos Estados, elaborado pelo Centro de Liderança Pública.

O segundo e o terceiro colocados são Piauí e Pará, com quase o dobro do índice goiano: 10% e 10,5%, respectivamente. Já o Rio de Janeiro possui a pior marca, que é 42,30%. A taxa de desocupação de longo prazo é novidade no relatório e traz números referentes ao ano de 2023.

Taxa de desocupação

“Dado que longos períodos afastados do mercado de trabalho provocam perda de capital humano, o indicador permite a compreensão da dinâmica do potencial de crescimento da economia no médio e longo prazo”, explica o documento, que destaca Goiás na liderança.

De acordo com o levantamento, quando uma pessoa fica muito tempo fora do mercado de trabalho, é possível que desaprenda as tarefas, se desatualize em relação a novas práticas e tenha dificuldade de ser tão produtivo quanto antes. Por isso, quanto menor o índice de desocupação de longo prazo, mais promissor o estado se torna em relação ao capital humano.

Criação de empregos

No quarto trimestre de 2023, Goiás registrou recorde de pessoas ocupadas, com 3,8 milhões de trabalhadores. Foi o melhor resultado desde 2012, conforme apontam os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Além disso, o ano terminou com menos 33 mil pessoas desocupadas se comparado com o mesmo período de 2022.

Em janeiro de 2024, Goiás gerou 14.926 novos postos de empregos formais, atingindo a marca de 1,533 milhões de pessoas inseridas no mercado de trabalho. Os dados são referentes ao Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e validados pelo Instituto Mauro Borges (IMB).

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.