Terça, 21 de Maio de 2024 20:44
(64) 99229-6034
Anúncio
Notícias Inquérito

Médicos são indiciados por morte de idoso que caiu da maca e ficou dois dias sem fazer exames

Família acredita que omissão sobre queda fez agravar saúde de Edmundo Elizário Galvão, que um dia antes estava consciente na UTI de um hospital particular de Goiânia

27/09/2023 09h40
Por: Cristiano Souza
Médicos são indiciados por morte de idoso que caiu da maca e ficou dois dias sem fazer exames

Dois médicos de um hospital particular de Goiânia foram indiciados pela polícia civil por homicídio culposo, por negligência. Investigações apontam que os profissionais se omitiram quando não noticiaram a queda de um idoso de 88 anos, que permaneceu lúcido durante a internação, mas após cair da maca ficou confuso, e morreu.

O fato aconteceu em maio do ano passado, em um hospital que fica no Setor Oeste, e que não teve o nome divulgado pela Polícia Civil. Edmundo Elizário Galvão, segundo familiares, estava internado para um tratamento simples de saúde, mas, mesmo consciente, foi transferido para a UTI, por recomendação do médico que sempre o atendeu. Durante uma visita, uma das filhas do idoso notou um hematoma na cabeça dele, e, ao perguntar para os funcionários, e para o médico que o atendia, foi informada que nada havia acontecido.

“Nós apuramos que os dois médicos que estavam responsáveis pelo senhor Edmundo souberam da queda dele da maca, mas não informaram nada aos familiares, nem colocaram qualquer observação na ficha do paciente. Quando foi submetido a uma tomografia, três dias depois, graças à preocupação de outro médico, o idoso já estava com um coágulo no cérebro, e em virtude dessa demora em se identificar essa lesão, acabu morrendo, naquele mesmo dia”, relatou o delegado Alexandre Bruno Barros, titular da Delegacia Estadual de Atendimento ao Idoso (DEAI).

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.