Segunda, 25 de Outubro de 2021 14:15
(64) 99229-6034
Saúde Covid-19

Goiás confirma primeira morte causada pela variante Delta

No Estado, são dez casos confirmados da variante Delta. Transmissão não é considerada comunitária no território goiano

12/08/2021 09h54
122
Por: Cristiano Souza Fonte: Dia Online
Foto: © José Fernando Ogura/AEN
Foto: © José Fernando Ogura/AEN

A Secretaria de Saúde do Estado de Goiás (SES-GO) confirmou, na tarde desta quarta-feira (11/8), a primeira morte causada pela variante Delta do coronavírus no Estado.

O número de infectados pela variante chegam a dez, confirmados por sequenciamento genômico. São quatro casos em Goiânia, dois em São João D’Aliança, um em Santo Antônio do Descoberto e três Aparecida, onde a primeira pessoa morreu com a variante delta do coronavirus.

A SES-GO e as Secretarias Municipais de Saúde seguem rastreando os contatos, acompanhando e monitorando os casos. De acordo com a SES-GO, ainda não há transmissão comunitária da variante em Goiás.

O sequenciamento dos casos em Goiás é feito pela rede genômica instituída pelo Ministério da Saúde, formada pelo Instituto Adolfo Lutz (IAL), em São Paulo; e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro); e ainda por meio de parceria com a Universidade Federal e de Goiás e Pontifícia Universidade Católica de Goiás (UFG/PUC-GO).

Casos e morte causada pela variante Delta em Goiás

Dos quatro casos de moradores de Goiânia, dois deles trabalham em unidades de saúde no Distrito Federal e se contaminaram no local de trabalho e outros dois têm como origem uma viagem internacional.

O quinto caso é de um morador do município de Santo Antônio do Descoberto que também trabalha no Distrito Federal e manteve contato com pessoa contaminada.

Foram confirmados dois casos em residentes de São João D’Aliança, ambos relacionados ao surto de Covid-19 registrado em um hospital do Distrito Federal.

Em Aparecida de Goiânia foram confirmados três casos, todos da mesma família. Primeiramente, uma mulher de 34 anos, que trabalha em Goiânia testou positivo, no dia 9 de julho. Nos dias 16 e 21 do mesmo mês, a mãe dela e o pai, de 60 e 67 anos, respectivamente, também testaram positivo. Os dois já tinham sido vacinados com as duas doses da vacina contra a Covid-19. O idoso, que é hipertenso, estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em estado grave, onde não resistiu e morreu. Mãe e filha já se recuperaram da doença.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (26/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Quarta (27/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio
Anúncio