Terça, 21 de Maio de 2024 20:52
(64) 99229-6034
Anúncio
Polícia Judiciário

Falso personal trainer é proibido pela Justiça de se aproximar de academia em Inhumas

Aluna passou mal e chegou a ser internada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com complicações.

20/09/2023 13h38
Por: Cristiano Souza
Falso personal trainer é proibido pela Justiça de se aproximar de academia em Inhumas

A Justiça determinou que o personal trainer investigado por causar lesão em uma jovem de Inhumas, na região metropolitana de Goiânia, não se aproxime nem frequente a academia onde teria passado os exercícios para a vítima. A determinação vale por 180 dias.

Gustavo Borges da Silva é suspeito de passar exercícios pesados e irregulares a uma aluna, em uma academia de Inhumas. Ela passou mal e chegou a ser internada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com complicações. O homem será investigado pelo suposto delito de lesão corporal grave.

A investigação teve início após denúncia da aluna. A política verificou, junto ao Conselho Regional de Educação Física, que o suspeito e outro funcionário da academia em questão não tinham certificação e se apresentavam como profissionais. Inclusive, eles exerciam ilegalmente a profissão durante a fiscalização.

De acordo com a polícia, ambos alegaram ser estagiários do curso de Educação Física, mas apresentaram documentação. Da mesma forma, a academia não mostrou os contratos de estágio.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.