Terça, 21 de Maio de 2024 20:09
(64) 99229-6034
Anúncio
Polícia Foragido

Polícia Civil procura idoso suspeito de abuso sexual contra criança de 6 anos, em Itumbiara

Indivíduo era próximo da família da vítima

19/07/2023 09h15
Por: Cristiano Souza
Polícia Civil procura idoso suspeito de abuso sexual contra criança de 6 anos, em Itumbiara

A Polícia Civil está à procura de um idoso, de 60 anos, suspeito de abuso sexual contra uma menina de seis anos em um bar de Itumbiara, na região sul de Goiás. De acordo com a corporação, Edilson Martins da Silva cometeu o crime no dia 6 de julho e nunca mais foi visto. Câmeras de segurança do estabelecimento registraram o crime.

Anderson Pelágio, delegado que representa o caso, disse que após a criança chegar com os pais no estabelecimento, o idoso puxou uma cadeira para que a criança se sentasse ao lado dele. Para disfarçar, fingiu que passava a mão em um cachorro com o qual a criança brincava, enquanto tocava as partes íntimas dela.

Conforme a investigação, os pais foram à delegacia denunciar o crime depois que a menina contou o que tinha acontecido no bar. Pelágio informou que a criança passou pelo exame de corpo de delito, que confirmou o abuso sexual. Em seguida, a Justiça acatou o pedido de prisão preventiva do idoso.

Segundo a corporação, Edilson Martins da Silva morava e cuidava dos animais de uma fazenda em Itumbiara. Por ser próximo da família da vítima, o homem ficou sabendo da denúncia e fugiu da região. O delegado ressaltou que a maior dificuldade de encontrar o idoso é porque ele não tem vínculo e nem parentes na cidade.

A Polícia Civil disse que caso alguém saiba de alguma informação sobre Edilson Martins da Silva, pode ligar no 197 ou no telefone (64) 3404-7711, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam). De acordo com o delegado, o sigilo da denúncia é garantido. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.