Segunda, 04 de Julho de 2022 00:50
(64) 99229-6034
Anúncio
Polícia Prisão

Suspeitos de matar dono de espetinho por disputa de ponto de drogas são presos em Goiânia e Itaberaí

Dono de espetinho foi morto com quatro tiros pelas costas. Morador da casa onde a droga era escondida também foi preso por tráfico

15/06/2022 14h57
62
Por: Cristiano Souza
Suspeitos de matar dono de espetinho por disputa de ponto de drogas são presos em Goiânia e Itaberaí

Três suspeitos de matar o dono de um espetinho por disputa de ponto de drogas foram presos pela Polícia Civil na terça-feira (14), em Goiânia e em Itaberaí. Os três armaram uma emboscada e mataram Agnaldo Alves de Almeida, conhecido como “mosquito”, com quatro disparos de arma de fogo que atingiram as costas do homem. Um quatro suspeito, que cedeu a casa para que um dos envolvidos guardasse os entorpecentes, também foi detido.

Segundo a polícia, Agnaldo tinha 43 anos e era dono de um espetinho, localizado às margens da BR-153 na região dos motéis, usado para acobertar o tráfico. Ele teria discutido com Ronei Brito Sobral Fernandes, vulgo “galego” ou “olho verde”, que é chefe do tráfico de drogas na região, por causa do domínio do ponto de venda. Ronei, então, contratou Gilmar da Mata Silva Monteiro, conhecido como “magrão”, e Gerciley Gonçalves Lopes, vulgo “Tataíra”, para executar Agnaldo.

Execução

Por volta das 5h30 do último sábado (11), Gilmar e Gerciley chamaram a vítima para irem buscar drogas. Eles o levaram, contudo, para um local deserto às margens da GO-020 no Residencial Brisas do Cerrado e o mataram a tiros.

Durante a investigação, a polícia localizou Gilmar, o Fiat Siena e o revólver calibre 38 usados no crime, em Itaberaí e efetuaram sua prisão. Em seguida, encontraram Ronei e Gerciley na distribuidora de bebidas do mandante, em Goiânia. Durante buscas na distribuidora, os policiais apreenderam diversas porções de cocaína já preparadas para a venda e R$ 830 em espécie.

Armazenar drogas na casa

Os agentes também identificaram a casa onde Ronei escondia as drogas. No local, três tabletes de cocaína prensada, porções menores dos entorpecentes e os sacos usados para embalar as drogas foram apreendidos. O morador da casa contou que Ronei ajudava a pagar o aluguel do imóvel para guardar as drogas no local. O homem também foi encaminhado para a delegacia. Ao todo, a droga está avaliada em R$ 250 mil.

O trio foi encaminhado para o presídio pelos crimes de homicídio qualificado, trafico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo. O morador da casa onde os entorpecentes eram armazenados responderá por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Eles permanecem à disposição do Poder Judiciário.

A divulgação da imagem e identificação do(s) preso(s) foi precedida nos termos da Lei n.º 13.869, Portaria n.º 02/2020 – PC e Despacho do Delegado de Polícia responsável pela investigação, tendo em vista o interesse público em fomentar a colaboração de testemunhas para elucidação de outros delitos cometidos pelos investigados.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (05/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Quarta (06/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio