Segunda, 29 de Novembro de 2021 23:15
(64) 99229-6034
Dólar comercial R$ 5,61 0%
Euro R$ 6,32 0%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.081%
Bitcoin R$ 341.482,77 -1.445%
Bovespa 102.813,4 pontos +0.58%
Economia Agropecuária

Agropecuária de Goiás pode chegar a R$ 93,6 bi em 2021 no Valor Bruto da Produção

Número corresponde a uma alta de 11,4% em relação a 2020

18/10/2021 10h29
129
Por: Cristiano Souza Fonte: Portal Goiás
Segundo a secretaria de Agricultura de Goiás, com base no Valor Bruto da Produção (VBP), a agropecuária goiana pode chegar a R$ 93,6 bilhões em 2021. O número corresponde a uma alta de 11,4% em relação a 2020. Os dados são do Ministério da Agricultura, P
Segundo a secretaria de Agricultura de Goiás, com base no Valor Bruto da Produção (VBP), a agropecuária goiana pode chegar a R$ 93,6 bilhões em 2021. O número corresponde a uma alta de 11,4% em relação a 2020. Os dados são do Ministério da Agricultura, P

Segundo a secretaria de Agricultura de Goiás, com base no Valor Bruto da Produção (VBP), a agropecuária goiana pode chegar a R$ 93,6 bilhões em 2021. O número corresponde a uma alta de 11,4% em relação a 2020.

Os dados são do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), de setembro, e preveem que a agricultura goiana, sozinha, vai responder por um VBP de 62,0 bilhões (+10,2%). Já a pecuária deve chegar a R$ 31,6 bilhões (+13,8%). 13 dos 19 segmentos pesquisados têm projeção de aumento do VBP este ano.

Ainda conforme os números do ministério, a soja e o gado bovino devem puxar os resultados. O primeiro, com R$ 34,6 bilhões (+22,5%), enquanto segundo, R$ 15,9 bilhões (+15,9%).

Recuos e altas

Apesar dos bons números, há recuos em alguns casos. A projeção é que o milho recue 3,2%, mas ainda chega a R$ 11,6 bilhões. A suinocultura também deve recuar, mas alcançar R$ 1,3 bi (-3,3%). Já o feijão apresenta a maior baixa: -10,0%, com previsão de alcançar, ainda assim, R$ 1,5 bi.

A cana-de-açúcar, porém, tem estimativa de VBP de R$ 9,6 bilhões (alta de 4,0%). Já o frango, deve chegar a R$ 7,8 bilhões (26,6%), enquanto o leite e os ovos podem subir 0,6% e 1,4%, chegando a (R$ 5,6 bilhões e R$ 1,0 bilhão).

Goiás ainda se destaca no VBP do tomate, com com R$ 2,5 bilhões, respondendo por 24,5% do total nacional em 2021. “As estimativas do Ministério da Agricultura para este ano nos deixam otimistas. Apesar do impacto na produção das culturas de segunda safra decorrentes de problemas climáticos, a valorização dos produtos do agro tem contribuído para o desempenho do VBP de Goiás que registra alta na maioria dos segmentos pesquisados e crescimento acima da média nacional”, diz o secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.